Justiça intima Prefeitura e Governo do Estado para audiência sobre cirurgias eletivas

Mais de 1.600 pessoas aguardam por cirurgia eletiva em Mossoró


Está marcada para a próxima terça-feira (17) uma audiência de conciliação para discutir a paralisação das cirurgias eletivas em Mossoró. A intimação vem da 1ª Vara da Fazenda Pública de Mossoró, através do juiz Pedro Cordeiro Júnior.


O encontro será às 10 horas e deve reunir representantes da Prefeitura de Mossoró, Governo do Estado, Ministério Público, Câmara Municipal e Poder Judiciário, no Fórum Municipal Silveira Martins. O objetivo é garantir uma parceria entre os poderes, através de uma conciliação, para a retomada do serviço.


As cirurgias eletivas estão paradas há mais de dez meses, com uma média de 1.600 pessoas na fila de espera. A paralisação afeta diretamente os serviços do Hospital Regional Tarcísio Maia, onde pacientes se acumulam pelas dependências da unidade hospitalar, quando deveriam ser encaminhadas para procedimento cirúrgico eletivo.


No dia 16 de agosto, a Prefeitura de Mossoró prometeu retomar as cirurgias no mês de setembro com recursos próprios, promessa não cumprida. O Governo do Estado, por sua vez, prometeu enviar recursos para o retorno do serviço, que se daria em parceria com a Prefeitura de Mossoró, promessa que também não foi cumprida.


contatosualovale@gmail.com

UTILIDADE PÚBLICA - 10/10/2017

AUTOR

foto do perfil

Saulo Vale é formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UERN. Apresentador do Jornal da Tarde, Rádio Rural de Mossoró.

CURTA NOSSA FAN-PAGE

RÁDIO